Como Definir o Erro Máximo Admissível para os Equipamentos de Medição
×
Como Definir o Erro Máximo Admissível para os Equipamentos de Medição
Como Definir o Erro Máximo Admissível para os Equipamentos de Medição
De: R$ 450,00
Por: R$ 170,00
18× de R$ 12,35
vezesparcelatotal
sem jurosR$ 170,00R$ 170,00
R$ 88,83R$ 177,66
R$ 60,09R$ 180,27
R$ 45,73R$ 182,92
R$ 37,11R$ 185,55
R$ 31,37R$ 188,22
R$ 27,28R$ 190,96
R$ 24,21R$ 193,68
R$ 21,82R$ 196,38
10×R$ 19,92R$ 199,20
11×R$ 18,36R$ 201,96
12×R$ 17,07R$ 204,84
13×R$ 15,97R$ 207,61
14×R$ 15,04R$ 210,56
15×R$ 14,23R$ 213,45
16×R$ 13,52R$ 216,32
17×R$ 12,90R$ 219,30
18×R$ 12,35R$ 222,30
Você poderá escolher o número de parcelas ao concluir a compra.

* Isto é uma simulação, verifique o valor final das parcelas no intermediador de pagamentos.

As vendas desta loja estão temporariamente desativadas.
Curso: Como Definir o Erro Máximo Admissível para os Equipamentos de Medição

A Distância - Gravado. Você terá 30 dias para assistir o curso, no momento que quiser e de onde estiver.

Após a identificação do pagamento, você receberá um e-mail com orientações de como assistir ao curso.

Público alvo: Profissionais que atuam diretamente em calibrações, medições ou ensaios ou são responsáveis pela análise crítica de certificados de calibração.

Além do vídeo, que você poderá
assistir durante 30 dias, contados
a partir da data do pagamento,
você também receberá uma apostila em
formato pdf contendo todos os slides
abordados no curso.

Com uma abordagem muita prática e
direta, os assuntos são aplicáveis aos
mais diferentes equipamentos de medição e
para diferentes áreas da metrologia.

Além disso, você receberá materiais adicionais,
em vídeo ou em pdf, que poderão surgir
com o tempo para complementar o assunto
abordado. E tudo isso, gratuitamente.

Programa:

- Conceitos Básicos: Indicação, Erro de Indicação, Erro Máximo Admissível, Tendência do instrumento de medição e Correção, incerteza de medição
- A Verdadeira Regra de Ouro da Metrologia
- Tolerância de Processos ou Produtos e a sua comparação com a incerteza de medição
- O Erro Máximo do Equipamento de Medição
- Um Critério para a Análise de Resultados de Certificados de Calibração
- Classe de Exatidão dos Equipamentos
- Para que serve a informação do Erro Máximo do Manual do Fabricante?
- Como fazer se não tenho a tolerância para a grandeza a medir?
- Exemplos


Instrutor: Gilberto Carlos Fidélis

• De 1992 até 1994 atuou como Pesquisador convidado do National institute of Standards and Technology-NIST, Estados Unidos, atuando no desenvolvimento de Sistemas de Medição;
• Especialista pelo NAMAS/UKAS – Inglaterra e RELE na Espanha em implantação e auditoria de Sistemas da Qualidade segundo a ISO/IEC 17025;
• Instrutor de cursos desde 1984, envolvido com calibração de instrumentos e padrões nas áreas de força, pressão, massa, dimensional, temperatura, umidade e grandezas elétricas desde 1982;
• Experiência com acreditação e com implantação de sistema da qualidade em laboratórios desde 1988;
• Experiência na implantação de confiabilidade Metrológica em diversos laboratórios de medição, calibração e ensaios, nas mais diversas áreas;
• Avaliador/auditor técnico de laboratórios do Inmetro desde 1995;
• Consultor especializado em metrologia e na implantação de Sistemas da Qualidade NBR ISO/IEC 17025 tendo atuado em mais de 20 laboratórios de calibração e ensaios no país;
• Consultor especializado em metrologia na implantação do item 7.6 na ISO 9001 atuando em mais de 35 empresas no país;
• Ministrou mais de 700 cursos em diversos temas. Tendo capacitado mais de 12.600 pessoas para empresas como Petrobrás, Sadia, Seara alimentos, Volkswagen-AUDI, FIAT, IRD, Inmetro, SENAI, EMBRACO, Multibras, Eletrobrás, SFDK, Pirelle, Starrett, Robert Bosch, Mercedes Benz, FURB, UFG, CTA, ELECTROLUX, ELETROSUL, IRD-Instituto de Radioproteção e Dosimetria, Air Products, WEG, MAHLE, CSN - Companhia Siderúrgica Nacional, CST - Companhia Siderúrgica de Tubarão, UNICAMP, CEPEL, FURNAS, Usina São José da Estiva, PETROSERV, CNH-Case New Holland, EMBRAPA, CPDIA, NAVARRO, Usina Alto Alegre, Rede Metrológica de Minas Gerais, CPqD, LABCAL-UFSC, EMBRAER, BUNGE Alimentos, Chesf, entre outras;
• Instrutor de cursos e palestras em Seminários Nacionais e Internacionais de Metrologia e Qualidade nos anos de 1995, 1996, 1997, 1999, 2000, 2003, 2005, 2007, 2009 e 2010;
• Auditou vários laboratórios no Brasil como auditor Líder e auditor técnico, em diversas áreas de calibração, medição e ensaio;
• Especialista em incerteza de medição nas áreas de medição, calibração, ensaios físicos e químicos;
• Editor, redator e responsável técnico da revista Metrologia e Qualidade editada pelo Centro de Educação, Consultoria e Treinamento – CECT e,
• Autor dos livros da série Guias Práticos publicados pelo CECT: Orientações para Implantação da NBR ISO/IEC 17025, Estatística Aplicada nas Calibrações, Medições e Ensaios, Metrologia para Química Analítica, Incerteza de Medição para Iniciantes, Metrologia, técnicas para assegurar resultados confiáveis, Controle Estatístico de Processo Aplicado nas Calibrações, Medições e Ensaios, Metrologia pra Iniciantes